Menu

  

Comediante de Hollywood diz que foi libertado da cocaína após se entregar a Deus

01 JUN 2018
01 de Junho de 2018

O comediante Tim Allen teve uma adolescência complicada e isso fez com que ele duvidasse da existência de Deus. Quando ele tinha 11 anos, seu pai foi morto por um motorista bêbado.

"Eu queria respostas de Deus naquele minuto. Você acha isso engraçado? Você acha que isso é necessário? Tive um relacionamento tumultuoso com o meu Criador desde então”, disse em 2012.

“Eu usava drogas e álcool como um mecanismo de enfrentamento e, em seguida, fui preso e condenado por posse ilegal de 650 gramas de cocaína, em 1978”, contou.

Depois de completar sua sentença de dois anos de prisão, Allen foi liberado e decidiu entrar na comédia, o que ele disse ter salvado sua vida. “Pouco depois disso, recebi uma ligação de Jeffrey Katzenberg, da Walt Disney Studios, dizendo que queriam me tornar parte da família Disney, o que achei muito irônico”.

Ele passou a estrelar em várias séries de TV e filmes como The Last Man Standing, trilogia The Santa Clause, Wild Dogs e a trilogia Toy Story (ele era a voz de Buzz Lightyear). Ele estava fazendo sucesso no mundo, mas ainda lutava contra problemas.

"Por anos, eu simplesmente não gostei dessa ideia de Deus, igreja". Eu ainda frequentava, mas era um cínico. Mas, por mais que eu tivesse dúvidas, não podia negar a incrível criação de Deus. Certamente, quem me criou não fez por acidente. Isso não aconteceu por acaso", disse.

Encontro

Lentamente, Allen começou a abrir seu coração para Deus ao ver Sua mão o guiando ao longo de suas lutas. “Cheguei a um ponto em que entreguei minha vida a Jesus Cristo. Eu sempre pergunto, 'O que você quer que eu faça?'. Mas você precisa estar preparado para a resposta", ressaltou.

Allen recebeu críticas devido à sua posição inabalável de fé. Em um episódio da comédia de Allen, Last Man Standing (em que estrela Mike Baxter), ele encontrou uma oportunidade para incorporar Jesus Cristo no roteiro. O genro ateísta de Baxter, "Ryan", está chateado porque o colega de trabalho de Baxter "Kyle" mencionou Jesus a seu filho, o que o levou a confessar um roubo.

"Eu quero que Boyd diga a verdade porque é a coisa certa a fazer, porque ele acha que vai ser punido por um Deus irado", diz Ryan no episódio. "Eu nunca disse isso", responde Kyle. "Boyd estava com medo de que, se ele lhe dissesse o que ele fez, você não o amaria mais. Então eu disse que você era como meu amigo Jesus, e mesmo que eu faça algo ruim, desde que eu seja honesto, eu ainda me ama".

Com mais de uma década de sobriedade em seu currículo, Allen é capaz de aproveitar a vida com sua esposa, a atriz Jane Hajduk, e duas filhas, provando que "nenhum homem está perdido demais".

Voltar